sábado, 14 de abril de 2007

Malpertuis- Resenha de filme


Direção: Harry Kumel, 1971

Sinopse:
Jovem marinheiro em passagem pela sua cidade
natal, se envolve em uma confusão num bordel,
é atingido na cabeça e desperta em uma gigantes-
ca e enigmática mansão gótica habitada por um lor-
de moribundo (Orson Welles) e lá encontra sua irmã,
parentes e excêntricos moradores à espera da leitura
de um testamento e divisão de bens. Ao explorar a ex-
travagante mansão e aos poucos tomar contato com os
moradores, fica evidente ao marinheiro a existência de
segredos guardados a sete chaves. Em meio a explora-
ção frenética e paranóica, a fim de descobrir seus segre-
dos, acaba se apaixonando perdidamente por uma mora-
dora.


Crítica:
Cinema é uma arte fascinante e misteriosa. Existem aqueles
filmes que um cinéfilo atento nota logo de cara o esmero por
trás da obra; mas, ainda que os milimetrados movimentos de
câmera demonstrem um invejável conhecimento técnico ou a
riqueza de um roteiro literato e bem escrito fique evidente, o
resultado final, em alguns casos, acaba sendo opaco e tedioso.
Num pólo oposto, há aquelas obras que, apesar de visíveis falhas,
acabam por exercer um estranho fascínio no espectador.
Malpertuis é uma dessas obras.
A meu ver, seu ritmo irregular, falta de foco e humor grotesco
e caricato (quase felliniano) que nem sempre funciona (mas que
acaba contribuindo involuntariamente para a atmosfera paranói-
ca e demencial do filme) lhe tira o status de obra prima.
O diretor belga Harry Kumel, mais conhecido pelo clássico vam-
pírico art-house Daughter of Darkness, é um notável estilista vi-
sual e o seu afastamento do cinema fantástico gerado pela fracas-
so de bilhetria de Malpertuis (na época o filme mais caro feito
na Bélgica) é uma daquelas tragédias irreparáveis. Em seus dois
fil
mes assumidamente fantásticos ele trouxe uma rara cultura
e refinamento visual que o coloca naquele seleto clube dos gênios
no
qual o Bava, Tourneur e o Avati fazem parte. Não têm uma cena
que não seja um colírio para os olhos, um ângulo que não seja criativo.
A paleta de cores é rica e extravagante,
com berrantes vermelhos
e azuis nos provocando a cada segundo.
Fica difícil me aprofundar na história sem entregar o jogo, mas po-

sso adiantar que um elemento insatisfatório que não me agradou em
2/3 do filme acaba por ser parcialmente explicado no final
, mas...
o que posso dizer é que Malpertuis é uma fantasiagótico-barroco-
onírico-paranóico-demencial.
É como se o Fellini filmasse uma
fantasia psicótica roteirizada pelo
Philip K. Dick, ou, .. não, não
é nada disso; assista Malpertuis e tirem conclusões.

Cotação: ****1/2 de *****

30 comentários:

Luis Azevedo disse...

"...é uma fantasiagótico-barroco-
onírico-paranóico-demencial. É como se o Fellini filmasse uma
fantasia psicótica roteirizada pelo Philip K. Dick..." Hahahaha, pela sua descrição esse filme deve ser insano! Cara, eu fico impressionado com sua capacidade de encontrar essas coisas obscuras e malucas, que fogem do lugar comum... Me refiro também a "Tetsuo"...

Estevão disse...

fala, meu. tudo bem?
eu fiz 1 blog com a proposta de reunir e exibir vídeos (coletados de páginas como youtube) de ou sobre grandes cineastas. quando ou se você puder, você colocaria 1 link para lá http://filmescopio.blogspot.com/ no seu blog?
valeu. um abraço.

Ronald disse...

Caralho bicho! Pensei que só eu tivesse visto esse filme, hehehe, tô brincando, mas é reridade e é bom saber que outro blogueiro viu... pretendo fazer uma resenha dele também... putz, muito bom!

Ramon Bacelar disse...

Respondendo a Luis Azevedo:
>>>>ara, eu fico impressionado com sua capacidade de encontrar essas coisas obscuras

Um dos grandes baratos do
cinema é justamente descobrir obras que por um
motivo ou outro não se tornaram
tão conhecidas como deveriam.

Ramon Bacelar disse...

>>>>eu fiz 1 blog com a proposta de reunir

Oi,
Gostei da proposta do seu blog.
Tão logo me sobre um tempinho eu adiciono o link no meu blog.
Boa sorte na empreitada.

Ramon Bacelar disse...

>>>Caralho bicho! Pensei que só eu tivesse visto

Assim que escrever sua resenha me avise. Nunca é demais ler sobre esse filme maravilhoso.

Estevão disse...

valeu ae!

Ramon Bacelar disse...

>>>valeu ae!

Adicionado

gustavo_parfitt disse...

opa pessoal tudo bem? cara lendo a resenha bateu uma vontade de veh esse filme "fantasiagótico-barroco-
onírico-paranóico-demencial" haha...mas poh onde eu consigo esse tipo de obra essas fitas sao caras ateh no mercado livre(pelo menos pra mim).

BaD bLOOd disse...

Cara, obrigado por solucionar esse mistério secular na minha vida!!!!!
Assisti aki num cinema aki de Porto Alegre esse filme, há uns 15 anos!!!! E NUNCA MAIS ME LEMBREI DO NOME DELE!!!!! Até q vi essa crítica no teu blog. Saio desde agora atrás dessa pérola em dvd! Valeeeeeeeu!

Anônimo disse...

eu ja vi um filme mudo q mostra a morte de Deus ( insano de doer a alma até dizer chega) . já vi tantos filmes obscuros. vamos ver esse...mais um q eu descubro!

e a tua descrição é claro que táótima

Lita disse...

Sou fã incondicional de Malpertuis! Vi este filme há muitos anos aqui em Porto Alegre sem nem saber o que estava indo assistir... por diversas vezes quis sair do cinema pois estava achand aquilo muito insano... mas resisti.. fui até o final... aí então descobri que era um dos melhores filmes que já tinha visto... passei anos procurando para ver novamente e não conseguia... desisti... para minha surpresa este mês lembrei do filme e achei para vender na internet!!Vale a pena assistir! Muiito Bom!

Anônimo disse...

Já tem no netmovies...

Valéria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valéria disse...

Assisti a esse filme num cinema empoeirado de alguma rua de Belo Horizonte da qual não me lembro mais, provavelmente num daqueles deliciosos cinemas de rua que já sumiram ou viraram uma igreja evangélica ou coisa pior (?!). Era a cara de minha adolescência nos anos 80, louca por mitologia grega e por Jorge Luis Borges, cinéfila sem dinheiro, faminta por surrealismo e história, morando num subúrbio ensolarado mas gostando de tudo o que é obscuro, e esse filme era a minha cara.
Concordo plenamente que os defeitos do filme o transformam em algo especial, talvez ele seja aquilo que François Truffaut chamou (assim como "Marnie" de Hitchcock e "A Regra do Jogo" de Renoir) um 'grande filme doente'. Vou assistir de novo e ver o que acho agora, tanto tempo depois.

Ramon Bacelar disse...

Valéria, sua descrição dos anos 80 me remetem ao finalzinho da mesma década, quando minha cinefilia estava no ápice.É um ponto de discussão interessante, mas acredito piamente que (às vezes) algumas 'deficiências' acabam operando a favor da obra.Recentemente precisei revê-lo para revisar a resenha e gostei tanto quanto da primeira vez. O texto tá aqui: http://www.airmandade.net/resenhas/resenhas-de-filmes/451-resenha-de-filme-malpertuis.html

Valéria disse...

Agora mesmo estou assistindo de novo, numa boa cópia que encontrei na Internet com uma legenda meio desbeiçada em italiano (tem outra em inglês meio incompleta, estou alterando as duas). Vou ler sua nova resenha, e queria convidá-lo para ver meu blog também que é uma bagunça, meio indecifrável, apesar dos materiais (para)didáticos também falo algo sobre meus interesses por cinema e arte. Adorei seu blog, amo e sempre amarei cinema.

Valéria disse...

faltou só o endereço:
Animula vagula blandula

www.deedellaterra.blogspot.com

aparece lá, quem sabe você acha algo que o interesse...

Anônimo disse...

The product, according to the brand, can be applied throughout the day
on dry hair if one's hair is medium to very coarse. Likewise, using imported shampoos and conditioners from a tropical country when your climate is cold and temperate is not such a good idea. The professional hair merchandise of Loreal are effectively currently being sold all more than the world in about one hundred thirty different countries.

Also visit my web site; hair products

Anônimo disse...

Frame has warranty for 15 several years, labor one 12 months, parts two several years
and motors ten ages.

My web site; bowflex selecttech 552

Anônimo disse...

Flat Bench Dumbbell Flys - Lie down around the bench, maintain your legs bent and your ft flat for
the ground.

Here is my blog post - bowflex for sale

Anônimo disse...

You'll be able to carry out greater than 200 exercise routines within the Entire body by Jake Tower 200, together with each of the fundamental exercise routines likewise as specialised, muscle mass isolating routines.

Look into my web-site :: visit the up coming internet page

Anônimo disse...

One particular push or curl equals a rep.


My website :: cheap bowflex selecttech 552 dumbbells

Anônimo disse...

Likewise, if you contemplate the benefit of your possess
health and fitness, then it will certainly be
described as a worthwhile investment.

Stop by my page - click the next website page

Anônimo disse...

You are able to create large muscular tissues along with a wonderful physique
with the Bowflex Dumbbells.

My web blog life smart Dumbbells

Anônimo disse...

Ratey features a landmark case where a college in Illinois basically reversed a
detrimental academic trend by incorporating an powerful athletic routine.


Here is my webpage: Dumbbell Step Up

Anônimo disse...

This information will supply you with information regarding the
great and poor relating to this piece of physical
exercise gear.

Also visit my page adjustable weights

Anônimo disse...

You need to see some definite enhancement but everyones overall body functions differently.


Also visit my webpage - bowflex selecttech 552

Anônimo disse...

The prices for property gyms vary naturally lots but being an instance it might now be only $14 per month.


Take a look at my homepage; adjustable dumbbells

Priscilla disse...

This is cool!