sábado, 7 de abril de 2007

The Man They Could Not Hang (1939)-Resenha de filme


Direção: Nick Grinde

Sinopse:
Cientista em trabalho de pesquisa envolvendo
transplante de órgãos e aprimoramento de
um coração artificial, é preso e condenado a mor-
te por enforcamento após um flagrante da polícia
no meio de um experimento em que uma cobaia/vítima
aceita voluntariamente tomar parte da operação.
Ao ser condenado a forca, em meio a um inflamado
discurso em favor do progresso e da ciência, o cientis-
ta deixa nas entrelinhas um juramento velado de vingan-
ça contra o juiz e os nove jurados que o condenaram.



Crítica:
Primeiro de uma série de filmes de baixo orçamento e curta
Duração, estrelados pelo Boris Karloff no papel de cientistas loucos
e excêntricos, The Man They Could Not Hang conta com um roteiro que pelo menos se esforça para ser sério e uma interpretação surpreendente do Karloff.
Nos primeiros 2/3 o filme funciona razoavelmente bem (a ciência
maluca, os personagens estereotipados e a idéia de um anfitrião excêntrico e maligno me lembraram vagamente os filmes do William
Castle), mas infelizmente o final abrupto e corrido (têm-se a impressão da existência de um rígido limite de tempo para a finalizção do filme) acabam estragando a festa.
No balanço final TMTTCNH pesa para o lado positivo mas deixa
a impressão de um potencial não totalmente realizado.

Cotação: ***1/2 de *****

Nenhum comentário: