sábado, 21 de abril de 2007

The Veiled Man (1891)-Marcel Schowb-Resenha de Conto


Sinopse:
Homem psicologicamente pertubado adentra um va-
gão de trem e lá encontra apenas dois passageiros.
Influenciado pelo contínuo movimento e pulsação do
trem, seus pensamentos o levam a memória de um cri-
minoso que agia em vagões de trem de alta classe e
passa a desconfiar dos dois passageiros.

Crítica:
Ao término da leitura, palavras como patologia emocional,
alienação, identidade e ambiguidade nos vêm a mente.
O autor, logo nos primeiros parágrafos, nos joga em meio
a uma mente profundamente pertubada, e apesar da qua-
se certeza do leitor quanto a identidade do suposto criminoso,
é impossível não nos identificarmos. Neste fascinante jogo
de realidades onde a ambiguidade reina suprema (em parte
pela utilização da técnica do unreliable narrator) e nada
é fixo, Schwob em apenas duas páginas e meia, nos leva a um
tour
por uma mente pertubada com um refinamento e realis-
mo psicológico que faz os blockbusters americanos como
O Silêncio dos Inocentes parecerem romances escritos pela
Barbara Cartland.
The Veiled Man
é um belisíssimo conto psicológico como
só os simbolistas franceses (com as suas incessantes investi-
gações e explorações do subconsciente) sabem fazer.

Cotação: ***** de *****

Nenhum comentário: