quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Diamonds of the Night (1966)-Resenha de filme




Direção: Jan Nemec

Sinopse:
Ao pularem de um trem nazista em movimento indo
em direção a um campo de concentração, dois
jovens, em meio a lembranças e alucinações,
se agarram ao último fio de sanidade que lhes restam,
buscam refúgio em uma fazenda e logo são capturados
por um bando de velhos, provavelmente a mando de
algum superior nazista.




Crítica:
O movimento de curta duração dos anos 60 co-
nhecido como czech new wave não teve a mesma
repercussão nem influência como a nouvelle va-
gue
francesa, o que é lamentável, pois alguns dos
melhores e mais inovadores filmes dos anos 60
foram produzidos neste movimento.
Diamonds of the Night é um dos filmes mais impor-
tantes da new wave e merecidamente considerado
uma das obras primas do período.
Obra impactante tanto pelo seu forte conteúdo emocio-
nal assim como por suas inovações técnicas, Diamonds é
o tipo de filme que costuma provocar reações extremas.
Logo nos primeiros momentos o espectador é tragado
no turbilhão físico e emocional quando a câmera (num
sensacional trabalho de hand-held camera) acompanha
os fugitivos por uma floresta em meio a sons de tiros.
Entrecortado por alucinações (a queda das árvores uma
alusão ao colapso físico, emocional e mental), memórias
e flashbacks que só fazem sentido nos momentos finais,
e sustentado por um estilo de fotografia em preto e branco
cromado extremamente atmosférico, Nemec cria um verda-
deiro pesadelo cinematográfico. Por vezes as cenas são
tão cruas, diretas e realistas que têm-se a impressão de se
tratarem de sequências saídas de um sonho ruim. O uso de
sons naturais sem música de fundo, assim como a quase
ausência de diálogos acentua o tom sombrio e realista da
obra.
Com a subsequente caçada e captura dos protagonistas
por um grupo de velhos decrépitos beirando a senilidade
o filme ganha contornos de comédia negra e alegoria absur-
dista (dois elementos bastante comuns do cinema tcheco).
O final é ambíguo ao extremo, ou melhor, o espectador é levado
a decidir o que realmente aconteceu.
Diamonds of the Night é um filme cuja força, humanismo e emo-
tividade dificilmente deixará o espectador indiferente. Mais que
um filme, Diamonds é um verdadeiro Tsunami cinematográfico.

Cotação: ***** de *****

2 comentários:

Silvia Cléa disse...

OI, Ramon!

Adorei o blog e, principalmente a resenha...agora quero ver o filme! Tem como dar a dica de onde encontrá-lo para locação?
[]s,

Ramon Bacelar disse...

Oi Silvia,

Ao que me consta não saiu no país mas eu aconselharia você procurar naquelas locadoras de capital que trabalham com DVD´s importados.

Um abraço
Ramon Bacelar