sábado, 18 de agosto de 2007

The Mannikin (1937)-Robert Bloch-Resenha de conto


Sinopse:
Estudante ao tirar férias, viaja para uma pequena
vila e lá encontra um antigo colega de colégio
que trancou a universidade e não mais voltou.
Ao notar seu precário estado físico e mental ten-
ta se reaproximar para ajudá-lo, mas ele parece
não colaborar. Insatisfeito com a situação, co-
rroído pela dúvida e curiosidade resolve visitar
o amigo em sua casa isolada em uma colina e se
depara com uma chocante descoberta.

Crítica:
Incentivado pelo Lovecraft, era natural que os contos
do Bloch do começo de carreira trouxessem uma forte
influência do gentleman de Providence. A maioria des-
tas histórias eram extremamente derivativas mas ao mes-
mo tempo notáveis, se levarmos em conta que foram
escritas antes do autor alcançar a maioridade.
Resumo da ópera: o que faltava em refinamento, origi-
nalidade e sofisticação, sobrava em energia e entusiasmo.
Desta fase Lovecrafteana The Mannikin é provavelmente
a melhor justamente por não ficar inteiramente a sombra do
mestre. Descontando algumas passagens derivativas The
Mannikin é uma monster story extremamente eficiente com
um final triste, chocante e aterrador.

Cotação: **** de *****

Nenhum comentário: