domingo, 6 de abril de 2008

Interpose-George Zebrowski-Resenha de conto





Sinopse:
Resgatado por uma patrulha temporal
momentos antes de sua morte, Jesus
acorda em um quarto habitado por
soldados da patrulha que desconfiam
de sua identidade e pretendem usá-lo
para outros fins.Consegue fugir e cai
num fluxo temporal que lhe conduz
ao futuro e vai parar no começo do
século XX. 20 anos depois, em 1935,
vivendo em uma cidade quase aban-
donada e com a memória consumida
pelo álcool e pelos efeitos da viagem
temporal, vaga pelas ruas sem saber
quem realmente é e qual seu papel
e influência na civilização ocidental.
Se ele é realmente Jesus, a Bíblia
não passa de um mero exercício de
imaginação?
Será preciso morrer para justificar a
existência do livro sagrado?
É ele realmente o Filho do Homem
ou um mero cidadão condenado a
cruz como tantos outros em sua
época?

Crítica:
Zebrowski é um dos mais cerebrais e
certamente o mais filosófico dentre os
autores da FC contemporânea.
Mesmo não sendo um leitor entusiasta
de FC hard, seu Ponto Omega me dei-
xou uma boa impressão quando o li
nos anos 90. Seus contos são mais
variados e talvez (pelo menos sua dark
fantasy) menos hard. Se eu fosse
classificá-los em apenas uma umbrella
eu os definiria como dark fantasy
especulativa com inclinação filosó-
fico-existencial.
Interpose é um conto cerebral e ambí-
guo; lento em seu ritmo e cósmico
em seu ponto de vista. Nele as pergun-
tas são mais importantes que as res-
postas, e elas, insuficientes.
Pela sua natureza ambígua é natural que
alguns pontos não tenham ficado claro
e talvez tenha sido a intenção do
autor. Não é revelado em detalhes,
por exemplo, a natureza dos experi-
mentos genéticos da patrulha temporal,
nem fica claro se o desejo que ele se
torne o "homem da ciência" tenha
realmente partido do Pai.
Não posso deixar de ressaltar a
precisão linguística do Zebrowski;
do pouco de FC hard que conheço
ele é certamente o mais polido e literato.
Interpose aborda temas incômodos,
mas estes são tratados com grande
maturidade, seriedade e finura de
estilo.
Ambíguo, pertubador e
intelectualmente estimulante,
Interpose é ficção especulativa de
alto calibre.

Cotação: ****1/2 de *****

Coleção Midnite Movies-Guia



 Desde minha infância, quando eu fugia
da cama aos sábados para assistir aos
corujões da Globo, o cinema fantás-
tico têm me fascinado. Claro que para um
garoto com menos de 10 anos, classifi-
cações e definições não fazem muito sentido
e na época não fazia idéia do que me atraía
em certos filmes, mas a verdade é que mui-
to do que vi na TV ficou gravado na mi-
nha memória, e olhando para trás noto que
o que mais me fascinava (e ainda fascina mas
de uma outra maneira) era o estranho (na defini-
ção Freudeana), o bizarro, o fantástico, o
misterioso e o surreal. Como esquecer das ce-
nas finais de O Homem de Palha, da imagética
onírica de Black Moon, da extravagância barroca
de Rosas de Sangue e Barbarella, do fanfarronismo
quase surreal de Amarcord, dos delírios camp
 e "surrealismo involuntário" de séries como
James West, Os Vingadores, ou das charmosas
tosqueiras de Os Invasores, Terra de Gigantes,
Perdidos no Espaço etc.
Nos anos 80 chega o videocassete e o que era fixa-
ção vira febre e obssessão. Nos primórdios do VHS
eu chegava a assistir a 5 filmes por dia (claro que o es-
tudo, para desespero dos meus pais, ficava num
segundo plano). Na segunda metade dos anos 80 era
preciso algum atendente de locadora me ligar para
conseguir algum lançamento de horror!! Nessa época
comecei também a cultivar o hábito de gravar filmes
da TV mas foram nos anos 90, com a chegada da TV por
assinatura que eu desandei a vasculhar os catálogos
dos canais a procura de alguma pérola fantástica da mi-
nha infância e acabei por desenterrar filmes que procurava
a anos.
Não sei se por algum azar, mas nunca tive a oportunidade de
assistir aos filmes de horror do Corman e qual não foi a minha
surpresa quando o canal Telecine exibiu a alguns anos todo o
ciclo de adaptações do Poe dirigidos pelo Corman. Nesta épo-
ca eu já não estava muito interessado em cinema; em parte pela
política dos canais em exibir novidades apenas na época do
Halloween e como o TNT há muito não mais exibia cinema clássico
aos poucos fui perdendo a paciência e interesse e consequente-
mente minhas pescarias foram ficando escassas. Acontece que
os filmes do Corman funcionaram como uma pancada no coco-
ruto e um chute no saco. Eu fiquei chapado com o Vincent Price,
com o estilo fluído de direção do Corman, com a bela dire-
ção de arte do Daniell Haller e com a belíssima paleta de cores.
Cinema comercial de baixíssimo orçamento, é verdade,
mas feito com um tesão e entusiasmo que não se vê todo dia.
Foi nessa mesma época que o DVD começava a engatinhar e
quando descobri o verdadeiro potencial da nova tecnologia fiquei
de queixo caído com a qualidade. Não era questão de apenas
a assistir filmes em um novo formato e sim "descobrir" um "novo"
filme. Quem já colecionou VHS e fez intercâmbio de filmes raros
em cópias de quarta e quinta gerações sabe do que eu estou falando.
Pouco tempo depois de comprar meu primeiro aparelho tomei
conhecimento de uma coleção de horror em DVD da MGM cha-
mada Midnite Movies. Com o dólar nas alturas e a tecnologia
ainda engatinhando não me entusiasmei muito para importar
os primeiros títulos; além do mais naquela época a
esmagadora maioria dos lançamentos no gênero
não passavam de pura picaretagem: empresas
fuleiras simplesmente lançavam filmes de horror
(geralmente em domínio público) sem qualquer
 remasterização ou tratamento digital (alguns deles se
davam ao luxo de terem qualidade de imagem pior
que um VHS!!). Mas quando The Fall of House of Usher
(um dos primeiros títulos da coleção) me caiu nas
mãos imeditamente tive a certeza que a MGM levava
a sério seu público consumidor.
Assistir a clássicos do fantástico com tão bem cuidada
remasterização foi um presente dos deuses (costumo dizer
que a tecnologia digital foi criada sob medida para os
arqueólogos cinematográficos).
De lá para cá grandes estúdios como a Universal e Warner
lançaram coleções com seu acervo clássico mas foi a MGM
que deu o pontapé inicial e hoje , apesar de turbulências
 geradas pela venda de direitos, a coleção continua firme
e é parada obrigatória para qualquer colecionador
minimamente interessado em cinema fantástico.
 
Este guia não é, e nem pretende ser completo ou definitivo,
mas a maior parte está aí.

01: Angry Red Planet
02: Bucket of Blood, A
03: Donovan's Brain
04: Dr. Goldfoot And The Bikini Machine
05: Food of the Gods, The
06: Frogs
07: I Bury The Living
08: Island of Dr. Moreau
09: Killer Klowns From Outer Space
10: Man From Planet X
11: Mars Needs Women
12: Pajama Party
13: Planet of The Vampires
14: Reptilicus
15: Witchfinder General
16: X - The Man With The X-Ray Eyes

Double Features:

01: The Attic/Crawlspace
02: Deranged/Motel Hell
03: Masque Of The Red Death/Premature Burial
04: The Oblong Box/Scream And Scream Again
05: What's The Matter With Helen?/Whoever Slew Auntie Roo?
06: Angel Unchained/The Cycle Savages
07: Cry Of The Banshee/Murders In The Rue Morgue
08: Invisible Invaders/Journey To The Seventh Planet
09: Muscle Beach Party/Ski Party
10: Psych-Out/The Trip
11: The Comedy Of Terrors/The Raven
12: Countess Dracula/The Vampire Lovers
13: The Haunted Palace/Tower Of London
14: The Tomb Of Ligeia/An Evening Of Edgar Allan Poe
15: The Abominable Dr. Phibes/Dr. Phibes Rises Again
16: Attack Of The Puppet People/Village Of The Giants
17: Beach Blanket Bingo/How To Stuff A Wild Bikini
18: Beach Party/Bikini Beach
19: Count Yorga Vampire/The Return Of Count Yorga
20: Empire Of The Ants/Tentacles
21: The Fall Of The House Of Usher/The Pit And The Pendulum
22: The Ghost Of Dragstrip Hollow/Ghost In The Invisible Bikini
23: The Incredible Two-Headed Transplant/The Thing With Two Heads
24: Invasion Of The Star Creatures/Invasion Of The Bee Girls
25: The Land That Time Forgot/The People That Time Forgot
26: Monster That Challenged The World/It! Terror From Beyond Space
27: Strange Invaders/Invaders From Mars
28: Theater Of Blood/Madhouse
29: The Wild Angels/Hell's Belles
30: Wild In The Streets/Gas-s-s-s!
31: Die Monster Die!/The Dunwich Horror
32: Fireball 500/Thunder Alley
33: Last Man On Earth/Panic In Year Zero!
34: The Mini-Skirt Mob/Chrome And Hot Leather
35: Morons From Outer Space/Alien From L.A.
36: Tales Of Terror/Twice Told Tales
37: Voodoo Island/The Four Skulls Of Jonathan Drake
38: War-Gods Of The Deep/At The Earth's Core
39: Crystalstone/Boy and the Pirates, The
40: Fortunes of Captain Blood/Captain Pirate
41: Beast Within, The/Bat People, The
42: Blueprint for Murder, A/Man in the Attic
43: Chosen Survivors/Earth Dies Screaming, The
44: Devils of Darkness/Wichcraft
45: Gorilla at Large/Mystery on Monster Island
46: House on Skull Mountain, The/Mephisto Waltz, The
47: Konga/Yongary, Monster From The Deep
48: Phantom from 10,000 Leagues/Beast With A Million Eyes, The
49: Return Of Dracula/Vampire, The
50: Tales from the Crypt/Vault of Horror