domingo, 23 de novembro de 2008

EC Archives-Tales from the Crypt Vol 1: Crypt of Terror # 17 -Resenha de HQ



Sinopse:
Quatro estórias de suspense e horror
roteirizadas pelo Al Feldstein e dese-
nhadas por diversos artistas.

Crítica:
Quando, no final dos anos 40,
os editores da revista Crime Patrol
notaram uma maior aceitação
popular pelas estórias com foco
nos aspectos horroríficos,
se fez necessário uma mudança
de nome e direcionamento.
A partir do número 20 Crypt
of... teve seu nome modificado em
definitivo para Tales from the Crypt.
Inicialmente receioso em investir um
money relativamente elevado em um
archival hardcover cujo contéudo foi
classificado como tame e mixed bag
quando comparado a qualidade artística
e blood-baths das edições posteri-
ores, fui pego de surpresa.Certamente me-
nos violento e twisted que o material
posterior, sem os finais irônicos e
talvez sem o mesmo punch, mesmo
assim Crypt é uma HQ excelente
e percebe-se claramente o porque do
fascínio e adoração quase religiosa
exercida por esse gibi e outras
publicações da E.C.
Os enredos podem parecer um tanto
clichês e formulaicos à primeira vista
mas é importante frisar que no começo
da década de 50 eram novidade e a meu
ver muito pouco produzido pos-
teriormente nessa linha se equipara a
qualidade da arte e enredo destes contos.
Neste post (e em outros que se seguirão)
vou relacionar o material de cada número
assim como breves comentários e cotações
individuais.


Death Must Come!

Sinopse:
Cirurgião se mantém jovem
por mais de 50 anos por meio da extração e
troca de uma glândula que acelera o envelhe-
cimento.

Crítica:
Narrada em flashbacks, é um conto
envolvente e um perfeito kick off.

Cotação: ****1/2 de *****



The Man Who Was Death

Sinopse:
Executor psicótico resolve fazer
justiça com as próprias mãos
após absolvição dos últimos réus.

Crítica:
Conto com generosas doses de sadismo com
uma arte que nem sempre se equipara
ao excelente texto.

Cotação: ****1/2 de *****


The Body That Nobody Knew

Sinopse:
Conto sobre a identidade de um cadáver des-
figurado descoberto pela esposa de um detetive.

Crítica:
Material rotineiro mas com excelente arte.

Cotação: *** de *****


Curse of the Full Moon!

Crítica:
Estruturalmente semelhante ao
Death Must Come!, Curse of...é um inteligente
conto de lobisomen que trata a licantropia
menos como superstição e mais como uma aflição
psíquica.

Cotação: ****1/2 de *****

Nenhum comentário: