quarta-feira, 29 de abril de 2009

Strange Tales #5-Resenha de HQ


Crítica:

Se descontarmos os contos de
FC e horror que começaram a
aparecer em revistas fora do
gênero, pode se considerar
ST como o primeiro gibi de-
dicado a FC e horror da
Atlas/Marvel. Inicialmente
eu pretendia resenhá-la a par-
tir do primeiro número, mas a
qualidade dos roteiros nos quatro
primeiros números, com raras exce-
ções, eram tão ruins que me pa-
receu uma perda de tempo, para
mim e os leitores deste blog, rese-
nhá-las. Basta dizer que o que se
salva nestas primeiras edições
(especialmente as três primeiras)
é a arte, geralmente de ótima qua-
lidade, mesmo que se perceba
claramente que mestres do traço
como o insanamente prolífico
Joe Mannely ainda estejam num
primeiro estágio de desenvolvimento.
Neste quinto número notamos um
impressionante salto de qualidade
textual com todas os contos num mes-
mo patamar de qualidade. Não estou
dizendo que aqui você vai encontrar
roteiros literatos e sofisticados, mas pelo
menos contos de horror e FC no estilo Twi-
light Zone extremamente envolventes
e cativantes. Não me recordo de nenhum nú-
mero da Journey into Mystery com tantos
contos bacanas.
Aqui encontraremos um maravilhoso conto
RodSerlingano sobre uma estranha apa-
rição atormentando um indíviduo aonde
quer que vá; uma engenhosa FC temporal
e paranóica sobre um homem que se
salva de um acidente aéreo e vê sua
vida virar de pernas pro ar e um gótico
sobre um homem com um aparente trans-
torno mental que afirma conversar com sua
mãe morta.Nada muito complicado nem
original, apenas contos tradicionais bem
desenhados e narrados.

Cotação: ****1/2  de  *****

Nenhum comentário: